in

Goleiro Bruno fica cada dia mais distante do futebol e tem outra profissão como opção

Ex-goleiro do Flamengo, Bruno tentou mais uma vez voltar ao futebol, mas foi impedido pela pressão popular. O Operário de Várzea Grande, do Mato Grosso, queria contratá-lo e os detalhes teriam sido acertados.

Publicidade

Bruno receberia R$ 6 mil por mês e chegaria à Várzea Grande jatinho. O clube disputa a primeira divisão do Campeonato Mato-grossense e teria suas partidas exibidas pela TV Centro América, afiliada da Globo no estado.

A vida de Bruno parecia mudar, mas a pressão de mulheres e de grupos populares sobre os patrocinadores do clube fizeram o Operário desistir de contratar o goleiro.

Publicidade

Bruno cumpre pena em regime semiaberto

O ex-goleiro do Flamengo foi condenado a 20 anos e nove meses por ser mandante do assassinato de sua ex-namorada e mãe de seu filho, Eliza Samudio.

Publicidade

O corpo da modelo e atriz não foi encontrado até hoje. Bruno nega o crime, mas todos os indícios fizeram com que a Justiça o condenasse. de forma contundente.

Publicidade

Volta de Bruno ao futebol é cada mais difícil

Bruno tem 35 anos e daqui a alguns anos já não terá mais idade para jogar futebol. Com a pressão popular que há em volta dele, está cada dia mais difícil que ele volte a atuar. A rejeição a Bruno é muito grande.

Sem o futebol, ele pode encontrar trabalho nas profissões que aprendeu dentro da cadeia. Bruno aprendeu os ofícios de pedreiro e marceneiro nos nove anos em que ficou atrás das grades. Estas serão as profissões que poderão salvar Bruno e evitar que ele passe até por necessidades. No futebol, a chance de voltar é quase zero.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!