in

Corinthians: jogador se assume trans e sonha com guinada radical na carreira

Em setembro de 2019, o Corinthians divulgou uma nota oficial falando sobre a saída da atacante Marcela. A informação inicial é de que ela sairia para resolver questões pessoais.

Publicidade

Nesta quarta-feira (29), Marcela reapareceu como Marcelo. A atleta trans se apresentou oficialmente e concedeu entrevista ao site Globo Esporte.

Na conversa, foi revelado que Marcelo passou por psicólogos desde 2015, quando soube da possibilidade de passar pela ressignificação sexual. O tratamento foi iniciado em agosto do ano passado. No mês seguinte, a ainda Marcela se afastou do Timão.

Publicidade

Marcelo sonha em jogar no futebol masculino

Na entrevista ao Globo Esporte, Marcelo revelou que está em casa e está em paz. Segundo ele, está pronto para continuar sonhando.

Publicidade

“Se tiver que voltar para o futebol, que seja no masculino. Quem sabe eu não serei o primeiro a abrir essa barreira? Por enquanto, só quero que todos saibam que eu não desisti de nada”, concluiu.

Publicidade

Posição de Fifa e CBF sobre atletas trans

A Fifa, que gere o futebol em todo o mundo, não tem um posicionamento oficial sobre a presença de atletas trans no futebol profissional. A entidade vai analisar caso a caso, levando em conta histórico médico e níveis de hormônio.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai seguir o que a Fifa determinar. Este tema é cercado por muitas polêmicas. Recentemente, o presidente Jair Bolsonaro fez uma publicação sobre atletas trans no esporte e causou polêmica nas redes sociais. O caso mais conhecido do Brasil é de Tifanny Abreu, do vôlei.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!