in

Jorge Jesus e o prêmio que ele deu para Diego Ribas

O Flamengo de Jorge Jesus estreou em 2020. Depois de o time sub-20 entrar em campo nas primeiras rodadas, o time titular voltou.

Publicidade

Diante do Resende, no Maracanã com bastante gente, o Flamengo venceu por 3 a 1. Os gols foram marcados por Pedro, Gabigol e Bruno Henrique.

Uma das novidades do time foi a entrada de Diego Ribas como segundo volante. Gérson, o titular do ano passado, ficou no banco de reservas.

Publicidade

Jesus explica escolha por Diego Ribas

Jorge Jesus concedeu entrevista após a partida e explicou algumas das suas opções. O treinador começou falando que Estadual é preparação para jogos oficiais.

Publicidade

“Opção foi colocar o Diego, que teve um final de época feliz para nós, destaque na final, quis o premiar para fazer esse primeiro jogo como segundo volante”, explicou o Mister.

Publicidade

Diego brilhou no fim de 2019

Diego não teve um 2019 fácil. Ele se machucou nas oitavas de final da Libertadores e só retornou na semifinal, meses depois. Na decisão, contra o River Plate, ele foi muito importante.

Diego entrou em campo quando o Flamengo perdia por 1 a 0 e precisava ao menos do empate para levar a decisão para os pênaltis. Gabigol empatou a partida, após grande jogada de Bruno Henrique.

Enquanto a torcida ainda comemorava nas arquibancadas, Diego deu um lançamento para Gabigol que resultou no gol da virada. O jogador foi muito elogiado e colocado como um dos responsáveis pela virada.

Depois que Diego entrou em campo, o time do Flamengo mudou sua postura e virou a partida contra o River Plate. Este foi um dos motivos de Jorge Jesus ter colocado o meia, agora volante, como titular.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!