in

Ninho do Urubu: pai faz acordo com o Fla e realiza último sonho do filho morto em incêndio

O adolescente Gedinho Santos, de 14 anos, foi uma das vítimas do incêndio que destruiu sonhos e vidas no Ninho do Urubu, CT do Flamengo, no dia 8 de fevereiro de 2019. 

Publicidade

Um ano depois da tragédia, o pai de Gedinho chegou a um acordo com o Flamengo e recebeu indenização pela morte da joia das categorias de base do clube mais popular do Brasil.

Um dia antes de morrer de forma trágica, Gedinho havia postado no Facebook que estava de mudança para o Rio de Janeiro. Ele morava com a família em Itararé, interior de São Paulo.

Publicidade

Pai de Gedinho compra uma casa

Gedson, pai de Gedinho, realizou o último sonho do filho. O garoto tinha como objetivo de no futuro comprar uma casa para a família. O incêndio no Ninho interrompeu este sonho.

Publicidade

Com o acordo feito com o Flamengo, cujos valores não foram revelados, a família conseguiu sair dos fundos da casa da família de Gedson. Na nova casa, um cômodo servirá para se lembrar do filho eternamente.

Publicidade

Família constrói memorial em homenagem a Gedinho

Em um quarto da nova casa, os pais de Gedinho reuniram medalhas, troféus e outros itens do filho. “Agora, na casa nova, a gente montou um quartinho com as conquistas dele, que foram muitas”, afirmou o pai a TV Tem, afiliada da Rede Globo na região.

O pai também contou que desde pequeno o menino demonstrava que seria jogador de futebol. “Jogar futebol era o que ele queria, o que gostava e fazia feliz. A gente sempre apoiou. Ele tinha a certeza de que seria jogador e nunca teve dúvidas em relação a carreira”, contou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!