in

Cristiano Ronaldo alucina: ‘finalmente juntos’

Lionel Messi é, aos 32 anos de idade, um jogador quase livre para decidir seu futuro. O jogador argentino do Barcelona tem, uma cláusula em seu contrato que permite a ele sair no final de essa temporada, a custo zero. Ou seja, ele poderia assinar por qualquer outro clube, e
o Barça não receberia nem um centavo. E, tendo em conta a instabilidade que se vive no clube catalão, essa não seria uma possibilidade de parte.

Publicidade

Messi poderia deixar o Barcelona

Pelo menos, é sobre isso que se fala nas últimas semanas. O jogador argentino, capitão do Barcelona, poderia mesmo estar de saída do time, que foi sua casa durante toda sua carreira. O camisa 10 deu seus melhores anos para o Barça e, agora, que ele vê toda essa crise interna, ele poderia mesmo deixar o time. E interessados não estariam faltando para Messi.

Durante todos esses anos no Barcelona, alguns dos maiores times da Europa, como Real Madrid ou Manchester City, tentaram assinar com o astro argentino, mas sempre sem sucesso. Agora, por esse descontentamento crescente, a situação poderia realmente mudar. O jogador poderia ir embora e assinar um contrato milionário com um outro grande time, segundo o site Don Balón.

Publicidade

Juventus poderia juntar Messi com Cristiano Ronaldo

Qualquer clube estaria disposto em oferecer a Messi um contrato melhor do que ele tem no Barcelona, lembrando que Messi é o jogador com o salário mais elevado do mundo. Porém, como ele chegaria de graça em qualquer clube, claro que times como Juventus, Manchester City ou PSG estariam dispostos em desembolsar mais pelo astro argentino.

Publicidade

Andrea Agnelli, presidente da Juventus, seria um dos maiores interessados e ele não vai perder tempo. Se ele tiver essa chance e vier abertura em Messi e seus representantes para negociar, o presidente dos ‘bianconeros‘ vai se esforçar para levar o argentino para junto de Cristiano Ronaldo. “Seria um sonho”, revelou Agnelli, recentemente.

Publicidade

Além do mais, essa assinatura não seria nem um pouco impossível, considerando que Messi chegaria em Turim de graça. Depois, o time italiano tem capacidade econômica para pagar um bom prêmio de assinatura e um salário bem elevado. Claro que para isso, a Juventus teria que vender alguns jogadores, mesmo para respeitar o fair-play financeiro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade