in

Ronaldinho sofre mais um duro golpe em prisão no Paraguai

Ronaldinho e seu irmão, Roberto Assis, estão presos no Paraguai desde o dia 6 de março. Os irmãos chegaram ao país no dia de 4 março, com passaportes e cédulas de identidade falsas. Dois dias depois, foram encaminhados à Agrupación Especializada de Assunção, na capital do país.

Publicidade

Ronaldinho e Assis foram presos, devido ao uso dos documentos falsos, mas a investigação continua sendo realizada. Depois de 32 dias atrás das grades, eles foram transferidos para a prisão domiciliar, após quatro tentativas da defesa dos brasileiros.

Ronaldo sofre castigo no Paraguai

Ronaldinho e Assis já não aguentam mais ficar preso no Paraguai. Nas redes sociais, muitos internautas perguntam até quando eles ficarão detidos no país. E a resposta mais simples para isso é: ninguém sabe. Não há previsão por causa do andamento das investigações.

Publicidade

Os dois acabaram de sofrer mais um duro castigo no país devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. A Justiça do país só volta a funcionar no dia 27 de abril. Inicialmente, a data prevista para acabar a quarentena e a Justiça voltar a funcionário normalmente seria nesta segunda-feira (20).

Publicidade

Ronaldinho não tem previsão de voltar ao Brasil

Depois de a defesa de Ronaldinho e Assis conseguir levar os dois para a prisão domiciliar, o objetivo agora é receber a autorização para que eles retornem ao Brasil e aguardem o restante da investigação de suas casas. Com o funcionamento limitado da Justiça, somente casos importantes estão sendo acompanhados pelo Judiciário do Paraguai. Ronaldinho e Assis ficam em segundo plano.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!