in

CBF e jogadores tomam decisão surpreendente para ajudar na luta contra o coronavírus

A pandemia do coronavírus tem impactado a rotina de todos os brasileiros nas últimas semanas. Engajada no combate à doença, a CBF que tem mostrado parceira dos clubes neste momento de complicação financeira, resolveu liderar mais uma ação, desta vez fora da esfera do futebol.

Publicidade

Se unindo com jogadores que estavam na última convocação da Seleção e membros da comissão técnica, a entidade levantou R$ 5 milhões para ajudar famílias que estão em situação de vulnerabilidade neste período de pandemia. 

Em um primeiro momento, atletas e a comissão técnica canarinho doaram R$ 2,5 milhões para o chamado Movimento Seleção Solidária. Como a entidade havia se comprometido a dobrar o valor, as cifras subiram para R$ 5 milhões. De acordo com a CBF, este dinheiro arrecadado dará para atender 32 mil famílias.

Publicidade

As famílias serão contempladas através das entidades Ação da Cidadania, Centra Única das Favelas (CUFA) e Transforma Brasil. Ainda segundo a entidade, esta será a primeira fase da iniciativa. A próxima ação consistirá na “convocação” de outros atletas e torcedores de uma forma geral, com o objetivo de arrecadar um valor ainda maior.

Publicidade

Quem se interessar em contribuir, pode realizar depósito diretamente na conta Ação da Cidadania:

Itaú

Publicidade

Agência: 0417

CC: 65.638-6

CNPJ: 00.346.076/0001-73

Buscando alternativas

Neste período de pandemia, a CBF segue monitorando o cenário junto às autoridades de saúde para encontrar possíveis alternativas para retomar o futebol no país. Para o mês de maio, o retorno do certame está totalmente descartada.

Há a possibilidade de retorno de algumas equipes aos treinamentos. No entanto, tudo depende de liberação dos órgãos de saúde, e se ocorrerem, serão com limitações.

E você torcedor, acha que o futebol brasileiro será retomado ainda neste ano? Deixe sua opinião nos comentários.

Publicidade
Publicidade
Publicidade