in

Governo projeta volta do futebol brasileiro com medida preventiva: ‘Em breve’

A pandemia do coronavírus impactou o futebol brasileiro de forma intensa. Passados quase dois meses da paralisação dos certames, ainda não há uma previsão concreta da retomada do  esporte no país. Contudo, nos bastidores, o Governo Federal já traça alternativas de reabrir a economia e competições esportivas. A medida foi sinalizada por Carlos Costa, secretário especial  de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia.

Publicidade

Apesar de não ter detalhado de fato quando será a retomada do futebol no Brasil, Carlos Costa afirmou que isso deve se dar “em breve”.

“Nós estamos trabalhando em um grande plano de retomada econômica para fazer com que o nosso país volte as suas atividades de maneira planejada, cautelosa, respirando e planejando adequadamente. Não apenas o governo, mas o setor privado, de maneira responsável tanto com a saúde das pessoas, com o emprego e atividade econômica. Um setor que é um exemplo disso é o futebol”, declarou Carlos Costa.

Publicidade

Portões fechados

De acordo com o secretário, o governo já está em conversas com os clubes brasileiros e com a CBF para discutir o retorno do futebol. Como medida preventiva, uma vez que o cenário da pandemia do coronavírus está longe de ser vencida, Carlos indicou que os jogos devem acontecer sem a presença da torcida, evitando assim grandes aglomerações e consequentemente preservando a saúde de todos.

Publicidade

A maioria dos campeonatos estaduais tiveram as suas últimas rodadas no dia 15 de março, quando a CBF decretou a suspensão de competições realizadas por ela. Dias depois, as federações, uma a uma, foram paralisando seus respectivos campeonatos.

Publicidade

A perda de renda caso os jogos sejam realizados mesmo sem a presença da torcida é uma grande preocupação dos clubes no aspecto financeiro em tempos de crise, mesmo diante do alento das cotas televisivas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade