in

Goleiro Bruno lamenta morte de pessoa muito querida: ‘obrigado por tudo’

Massagista do Flamengo havia 40 anos, Jorge Luiz Domingos, o Jorginho, morreu em decorrência da Covid-19. O profissional trabalhou no clube nas últimas quatro décadas e viu de perto os títulos da Copa Libertadores da América, em 1981, no time que tinha Zico, Nunes, Adílio e companhia, e do time de 2019, com Gabigol, Bruno Henrique e outros.

Publicidade

Jorginho tem recebido muitas homenagens após a morte. Jogadores que atuam ou atuaram no Flamengo e o conheceram estão postando textos em suas redes sociais. Este é o caso do ex-goleiro Bruno Fernandes, que defendeu o Flamengo até 2010 e conviveu com Jorginho.

Bruno lamenta morte de Jorginho

O ex-goleiro do Flamengo usou o Instagram para lamentar a morte de Jorginho. Na rede social, Bruno postou um texto em que chama Jorginho de tio e lamentar não ter podido se despedir. Bruno também afirmou que o massagista do Flamengo vai fazer muita falta.

Publicidade

“Tio Jorginho, que Deus possa te receber de braços abertos, vai fazer muita falta entre nós, infelizmente não pude me despedir , mas levo seu sorriso comigo em meu coração, obrigado por tudo . Que Deus conforte o coração dos familiares”, escreveu o ex-goleiro.

Publicidade

Publicidade

Bruno quer voltar ao futebol

Aos 35 anos, o ex-goleiro do Flamengo, condenado em 2013 a 20 anos de prisão pela morte de Eliza Samudio, pretende retornar ao futebol. O goleiro assinou contrato com um clube-empresa e pode ser emprestado a um time da segunda divisão do futebol do Rio de Janeiro. Todas as tentivas de voltar a jogar foram frustradas pela pressão popular.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!