in

Palmeiras: jogador se vê desvalorizado e desabafa: ‘Isso não se faz com ninguém’

O meio-campista venezuelano Alejandro Guerra foi contratado pelo Palmeiras em 2017. No ano passado, o jogador acabou emprestado ao Bahia. Após retornar da passagem pelo Tricolor, Guerra não gostou do que tem acontecido com ele no Palmeiras. O jogador está afastado por decisão da comissão técnica e falou sobre isso em entrevista ao podcast El Drink Team.

Publicidade

Na conversa, Alejandro Guerra revelou que está triste com a situação e que vê tudo como falta de respeito. Pelo Verdão, Borja conquistou o Campeonato Brasileiro de 2018. Em 2016, o meia foi campeão da Copa Libertadores da América pelo Atlético Nacional, da Colômbia. Guerra foi revelado pelo Caracas, de sua terra natal.

Borja lamenta afastamento no Palmeiras

O treinador Vanderlei Luxemburgo foi contratado pelo Palmeiras no começo deste ano. O afastamento de Guerra foi decisão da comissão técnica comandada por ele. O meio-campista, que tem 34 anos, lamentou a situação vivida dentro do clube.

Publicidade

“Estava treinando à parte, em outro horário. Isso não se faz com ninguém, é uma falta de respeito, em todos os sentidos da palavra. Se a equipe treina de manhã, eu treino à tarde. Se a equipe treina à tarde, eu treino de manhã”, afirmou Guerra, que classificou a situação como“uma falta de respeito”.

Publicidade

Guerra também disse que a situação o deixa bastante triste e o faz colocar em dúvida o seu próprio futebol. Segundo o atleta, o que lhe dá forças neste momento é estar em casa com a sua família. Com a paralisação do futebol devido a pandemia do novo coronavírus, o jogador está em casa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!