in

Elite dos árbitros do futebol brasileiro ganha em média R$ 25 mil por mês

Vida de árbitro de futebol não é fácil e a situação ficou ainda mais difícil para alguns em meio a pandemia causada pelo novo coronavírus. Muitos vivem apenas da arbitragem, que não é uma profissão regulamentada, e tiveram que recorrer ao auxílio emergencial do governo federal para sobreviver, como mostrou reportagem publicada pelo Estadão.

Publicidade

Árbitros que apitam partidas do Campeonato Brasileiro ganham cerca de R$ 4 mil por jogo, mas essa é realidade de poucos entre os 10 mil árbitros de futebol habilitados para apitar no Brasil. Desse total, cerca de cinco mil vivem apenas do futebol e não tem profissão paralela.

Exercer outra profissão não é fácil porque os árbitros precisam treinar para estar em forma. O futebol é cada vez mais veloz. Se o árbitro, que precisa correr o campo todo, não se preparar, pode deixar de escalado por falta de preparo físico.

Publicidade

Os árbitros que ganham em média R$ 25 mil por mês

Como em quase todas as profissões, há uma elite na arbitragem nacional, conforme explicou Salmo Valentim, presidente da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (Anaf). “Só 15 árbitros do Brasil conseguem receber uma média de R$ 25 mil por mês. Já uns 60% do total ganha até R$ 2 mil por jogo apitado”, afirmou Valentim.

Publicidade

Ele não citou o nome desses árbitros, mas dá para imaginar que entre eles está Anderson Daronco. O jornalista Cosme Rímoli, do R7, publicou reportagem em março em que dizia que Daronco recebia cerca de R$ 50 mil mensais. O árbitro é responsável por apitar grandes jogos do futebol brasileiro, cuja remuneração é alta.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!