in

Encontro com Bolsonaro pega mal e Flamengo e Vasco são muito criticados

Os presidentes de Vasco, Alexandre Campello, e de Flamengo, Rodolfo Landim, viajaram até Brasília para encontrar o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). O assunto do almoço que ocorreu nesta terça-feira (19) foi a provável volta do futebol brasileiro.

Publicidade

O presidente do Brasil quer o retorno das competições e os mandatários dos clubes também parecem querer. Os campeonatos estão suspensos desde março devido a pandemia causada pelo novo coronavírus. O Brasil já registrou mais de 17 mil mortes e a oposição à volta do futebol neste momento é grande.

Dirigente do Fluminense critica encontro

Vice-presidente afastado do Fluminense, Celso Barros usou o Twitter para criticar o encontro entre os dirigentes de Vasco e Flamengo e o presidente da República. Barros afirmou que provavelmente a volta do futebol foi tema de discussão durante o encontro.

Publicidade

“Esses clubes que tem um enorme número de torcedores, passaram para todos, discurso contrário, a princípio, ao distanciamento social. Esta tem sido uma defesa do Governo Federal, que é contrária a todas as lideranças mundiais”, escreveu Celso Barros.

Publicidade

Jornalista do UOL critica encontro

Blogueiro do UOL, André Rocha escreveu um artigo em que criticou o encontro ocorrido no Palácio do Planalto. Em texto que citou a história do Vasco, um dos primeiros clubes a aceitar jogadores negros, e do Flamengo, time de maior torcida do Brasil, o jornalista foi direto ao ponto. “A ida a Brasília encontrar Bolsonaro será difícil de esquecer. E a cobrança pela atitude vergonhosa e indigna não vai demorar a chegar. Porque nem todo torcedor é gado. Longe disso”, afirmou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!