in

Corinthians: Jô volta ao Brasil e Andrés tenta convencê-lo a jogar no Timão

O atacante Jô conseguiu acertar rescisão contratual com o Nagoya Grampus, do Japão. Desde quinta-feira, o atleta está no Brasil. Jô e sua família estão em quarentena na mansão do atleta no Rio de Janeiro. O estado é um dos afetados pela pandemia causada pelo novo coronavírus.

Publicidade

Jô curte a quarentena no Brasil, mas deve ter seu futuro definido nos próximos dias. De acordo com informações do Globo Esporte, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, está na cola do jogador para acertar a contratação dele para o Timão.

Andrés Sanchez cerca Jô

De acordo com o Globo Esporte, o presidente corintiano tem conversado com o atacante todos os dias e tenta convencê-lo a assinar contrato com o Corinthians. O jogador foi revelado pelo Timão em 2003, quando tinha apenas 16 anos e chegou ao time titular. 

Publicidade

Na segunda passagem pela equipe, em 2017, Jô ajudou o Corinthians na conquista do Campeonato Brasileiro. Deixou o Timão ao fim daquela temporada em direção ao Nagoya Grampus, do Japão. Agora, está novamente livre no mercado.

Publicidade

Jô pode ir para o futebol árabe

A pandemia causada pelo novo coronavírus pode prejudicar a chegada de Jô ao Corinthians. Não há previsão de quando o futebol retornará no Brasil e o presidente Andrés Sanchez já afirmou que vai pagar salários enquanto houver dinheiro para isso.

Publicidade

Além disso, Jô estaria interessado em fechar o último grande contrato de sua carreira, com o futebol árabe. O atacante tem 34 anos e pode firmar um vínculo de um ou dois anos. Só depois disso ele voltaria ao Brasil. O desfecho dessa história deve ser feito nos próximos dias.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!