in

Cruzeiro e o dia da vingança para Rogério Ceni

A passagem de Rogério Ceni pelo Cruzeiro no ano passado ficou marcada pelo claro confronto entre o treinador e alguns jogadores do elenco. Na queda de braço com os medalhões, Ceni levou a pior e acabou demitido. O desfecho da história todo mundo conhece.

Publicidade

O treinador voltou ao Fortaleza e conseguiu levar a equipe para a Copa Sul-Americana. O Cruzeiro contratou Abel Braga, depois Adilson Baptista, mas acabou sendo rebaixado pela primeira vez na história do Campeonato Brasileiro. Para muitos, se Rogério Ceni tivesse permanecido, a equipe não teria caído.

Supostos culpados pela queda de Rogério Ceni saem do Cruzeiro

Fred, Thiago Neves, Egídio, Robinho, Edílson e Dedê. Os medalhões do elenco do Cruzeiro foram apontados como culpados pela saída de Rogério Ceni do clube, mas a vida desses jogadores não ficou nada fácil. Thiago Neves, por exemplo, foi muito criticado e hostilizado pela torcida cruzeirense.

Publicidade

Dos seis jogadores citados acima, apenas Dedé permanece na equipe. O zagueiro se recupera de lesão no joelho, mas tudo indica que ele também vai sair. O Cruzeiro tem feito enxugamento de gastos devido à situação caótica do departamento financeiro da equipe.

Publicidade

Robinho e Edílson foram dispensados hoje

Nesta sexta-feira (5), a diretoria do Cruzeiro anunciou a rescisão contratual com Robinho e Edílson. “Infelizmente, devido ao cenário que envolve o Clube nos últimos anos, precisamos chegar a essa decisão extrema. (…) A realidade e necessidade de austeridade do Cruzeiro daqui pra frente nos impõe essa mudança“, afirmou o presidente Sérgio Santos Rodrigues em nota.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!