in

Caso Ronaldinho: Daniel Alves sai em defesa do ex-craque em entrevista à TV Espanhola

Ronaldinho Gaúcho segue preso no Paraguai ao lado do irmão, Roberto Assis. Ele está no país vizinho ao Brasil desde o dia 4 de março. A prisão aconteceu dois dias depois da chegada à Assunção. Os brasileiros portavam cédulas de identidade e passaportes falsos. Ainda não há previsão de quando Ronaldinho deixará a prisão.

Publicidade

Atualmente, os irmãos Assis estão em prisão domiciliar no hotel Palmaroga, no centro histórico de Assunção. O hotel de luxo abriga Ronaldinho, Assis, o advogado Sergio Queiroz e um funcionário da família. Devido à pandemia do novo coronavírus e a quarentena no Paraguai, os outros quatros estão vazios.

Ronaldinho e Assis ficaram do dia 6 de março ao dia 7 de abril na Agrupación Especializada, de Assunção, um presídio de segurança máxima que abriga ex-policiais que cometeram crime. A prisão temporária pode durar até setembro. A defesa tenta fazê-los retornar ao Brasil.

Publicidade

Daniel Alves fala sobre prisão de Ronaldinho

Em entrevista ao programa “Hoy no se sale”, o lateral-direito do São Paulo, Daniel Alves, falou sobre a prisão do ex-craque do Barcelona e da seleção brasileira. Daniel Alves elogiou Ronaldinho e afirmou que ele não tem nada a ver com o crime que é acusado.

Publicidade

“Para Ronaldinho, não há momentos ruins. Se você tem que ir para a cadeia, então que se divirta. Ele nasceu para fazer as pessoas felizes. Tenho certeza que não tem nada a ver com essa merda
, afirmou o jogador do São Paulo. Na prisão, Ronaldinho jogou futebol e futevôlei. No hotel, ele tem à disposição academia e piscina. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!