in

Flamengo aceita vender atacante por R$ 50 milhões e negócio pode ser fechado

O Flamengo estreou no Campeonato Brasileiro com derrota para o Atlético-MG, por 1 a 0, no Estádio do Maracanã. Foi a primeira derrota no estádio depois de 19 partidas. O jogo marcou a estreia do treinador Domènec Torrent, ex-auxiliar técnico de Pep Guardiola.

Publicidade

Em meio a tudo isso, o Flamengo estaria interessado em negociar um de seus atacantes. Trata-se de Lincoln. De acordo com a jornalista Raisa Simplício, o Flamengo estaria disposto a vender o jogador se chegar uma proposta de cerca de 8 milhões de euros (R$ 51 milhões na cotação atual).

O dinheiro seria muito importante para o clube que faturou R$ 950 milhões no ano passado e esperava ultrapassar a marca de R$ 1 bilhão neste ano. A pandemia dificultou esses planos e agora o clube trabalha para não ter prejuízos.

Publicidade

Além de Lincoln, o Rubro-negro fechou a venda de Caio Roque por R$ 30 milhões. Se conseguir vender Lincoln também, o clube embolsaria R$ 80 milhões e poderia voltar a buscar um lateral-direito. Esta era a meta no começo do ano, mas a busca esfriou com a pandemia.

Publicidade

Atual campeão brasileiro e da Copa Libertadores da América, o Flamengo defende os títulos. Em setembro, volta a competição sul-americana. No Brasileirão, a equipe de Domènec vai em busca da primeira vitória na próxima rodada da competição nacional.

Publicidade

A missão da equipe não é nada fácil e a mudança de treinador não agradou aos torcedores, que idolatravam Jorge Jesus. O Mister deixou o Flamengo e assinou contrato com o Benfica, de Portugal, sua terra natal. Ele já havia treinado a equipe.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!