in

Renato Gaúcho toma medida drástica às vésperas de clássico contra o Internacional na Libertadores

Depois do empate em 1 a 1 contra o Palmeiras no último domingo (20), na Arena, o Grêmio foca todas as suas atenções para o duelo da próxima quarta-feira (23), às 21h30 (de Brasília), diante do arquirrival Internacional, pela 4ª rodada da Copa Libertadores, no Beira-Rio.

Publicidade

Para o segundo Gre-Nal da história do torneio continental, o técnico Renato Gaúcho deu ordem expressa ao departamento médico de sigilo total com relação ao estado dos jogadores que estão se recuperando de lesão, fazendo mistério total acerca dos 11 iniciais que encaram o Colorado. 

Na coletiva após o empate diante do Verdão, Renato afirmou que determinou a “lei do silêncio” no DM, uma vez que o clube aparece com problemas e dúvidas para o embate. 

Publicidade

“A ordem que dei ao departamento médico hoje é que não sai uma notícia do clube, de nenhum jogador. Nem quem vai jogar, quem está no departamento, quem tem chance, quem está fora. É ordem minha. Quarta-feira, uma hora antes, vocês saberão quem joga (o Gre-Nal)”, disse o comandante do Grêmio.

Publicidade

DM lotado

A postura do comandante Tricolor se deve ao fato do departamento médico da equipe estar superlotado. Maicon e Leonardo são baixas certas. Em contrapartida, Jean Pyerre que se lesionou no dia 6, tem boas condições de retorno. 

Publicidade

Outro que também pode voltar é o zagueiro argentino Kannemann. Pepê apresenta tem dores na coxa esquerda desde o dia 5, enquanto Geromel saiu com um desconforto muscular no revés contra a Universidade Católica. A lista de jogadores no DM é fechada por Guilherme Guedes.

Olho na tabela

Com a configuração de momento, o Grêmio aparece na segunda colocação do Grupo E, três pontos a menos em relação ao arquirrival Internacional, que lidera. América de Cali e Universidad Católica aparecem com três cada. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade