in

Grêmio acerta contrato com volante até 2024 e multa é de mais de R$ 250 milhões

Celeiro de grandes promessas nos últimos anos, o Grêmio tem faturado muito ao dinheiro ao negociar jogadores que se formaram na base do clube. Recentemente, por exemplo, Everton Cebolinha foi vendido ao Benfica, de Portugal.

Publicidade

Atualmente, o time de Renato Portaluppi conta com jovens como Pepê e Jean Pyerre, que devem ser negociados em breve por valores altos. Pensando no futuro, a diretoria do Imortal, comandada pelo presidente Romildo Bolzan Jr., acabou de acertar contrato com um volante.

Fernando Henrique, de apenas 19 anos, joga no time de transição do Grêmio. O jogador é bem visto pela comissão técnica e já foi convocado para a seleção brasileira sub-20 devido ao ótimo desempenho com a camisa do Imortal.

Publicidade

Grêmio renova contrato de volante Fernando Henrique

O Grêmio renovou o vínculo com o jogador. O acordo estava encaminhado há algum tempo e o Grêmio esperava o posicionamento do ABC de Natal para confirmar a divisão dos direitos econômicos. Os direitos econômicos de Fernando Henrique foram divididos em três.

Publicidade

O Grêmio ficou com 60%, enquanto o ABC permaneceu com 20%. Os outros 20% pertencem ao próprio atleta e ao empresário Marcelo Pacheco. Com o novo contrato, a multa rescisória do atleta foi estabelecida em 40 milhões de euros (cerca de R$ 254 milhões na cotação atual). 

Publicidade

A multa alta protege o Grêmio do assédio do exterior. Fernando Henrique já foi procurado por equipes do Catar, Inglaterra e três times da Alemanha. Com a nova multa, o assédio deve continuar, mas o Grêmio teria cartas na manga para argumentar e vendê-lo por um valor satisfatório.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!