in

Flamengo tem prejuízo milionário com queda na Libertadores; valores que clube deixa de ganhar são revelados

Jogando em casa e precisando apenas de um empate sem gols, o Flamengo decepcionou na última terça-feira (01) contra o Racing, no Maracanã, e deu adeus ao sonho do bicampeonato seguido na Copa Libertadores.

Publicidade

Após o empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, mesmo marcador da última semana em solo argentino, o time de Rogério Ceni acabou caindo nas penalidades e, agora, só terá o Campeonato Brasileiro no calendário do restante da temporada. 

A eliminação ainda representa um prejuízo financeiro alto e que pode ser divisor de águas no clube. Em caso de classificação, o time da Gávea embolsaria US$ 1,5 milhão (cerca de R$ 8 milhões na cotação atual). De acordo com o GE, o planejamento do Fla era chegar ao menos nas semis da competição continental, mas diante da queda precoce, o clube carioca deixou de lucrar  3,5 milhões de dólares (cerca de R$ 18 milhões na cotação atual).

Publicidade

“O peso é gigantesco. A Libertadores tem o maior significado dos campeonatos que nós jogamos na América do Sul. Não há como mensurar o tamanho, o prejuízo financeiro, de confiança, o que pode afetar para o dia a dia”, lamentou o técnico Rogério Ceni após a eliminação no Maracanã, pregando foco agora no Brasileirão.

Publicidade

O que resta

Depois de cair na Copa do Brasil, para o São Paulo, e agora na Libertadores, para o Racing, o Flamengo vai em busca da defesa do título do Brasileirão.

Publicidade

Ocupando a terceira colocação do certame, com 39 pontos, o time de Ceni tem clássico pela frente contra o Botafogo no próximo fim de semana, válido pela 24ª rodada. O clássico está programado para o sábado (05), às 17h (de Brasília).

Publicidade
Publicidade
Publicidade