in

Abel Ferreira e a última que entusiasma: ‘melhor que Jorge Jesus’

Abel Ferreira está fazendo um bom início de temporada no Brasil. O atual técnico do Palmeiras chegou de Portugal e já conquistou a torcida, até porque o Verdão vai passando dificuldades com várias ausências. Apesar disso, os resultados do time são bons e os torcedores estão entusiasmados. De acordo com a ESPN, eles têm razão para isso. Os números mostram que o treinador português está realmente indo muito bem em seu início no futebol brasileiro.

Publicidade

Abel Ferreira com bom início no Palmeiras

O treinador chega no Brasil, em um momento feliz para os técnicos portugueses no país. Afinal, Jorge Jesus impressionou a todos, com suas conquistas no Flamengo. Abel Ferreira chegou meses depois de Jesus sair novamente do Brasil, mas segundo a ESPN, ele até está começando um percurso melhor que o agora treinador do Benfica.

Com Abel Ferreira, o Palmeiras fez oito partidas. Mesmo com todas as ausências no elenco por um surto de Covid-19, o time paulista conseguiu seis vitórias, um empate e uma derrota. No mesmo número de jogos no Flamengo, Jorge Jesus começou com três vitórias, três empates e duas derrotas. Ou seja, um início mais complicado, que terminaria com um sucesso incrível, ainda assim, nomeadamente a conquista do Brasileirão e a Copa Libertadores.

Publicidade

Abel Ferreira no top-3 de treinadores estrangeiros

Porém, a comparação do início do Abel Ferreira não é apenas com Jorge Jesus. O treinador português do Palmeiras também se destaca, quando comparado com o início dos treinadores estrangeiros em times brasileiros. Nesse quesito, o técnico perde somente para Jorge Sampaoli, que no Atlético Mineiro começou com sete vitórias e um empate. Lothar Matthäus, no Athletico-PR, começou com seis vitórias e dois empates. Portanto, ele tem o terceiro melhor registro, nas primeiras partidas, de um treinador estrangeiro no Brasil.

Publicidade

Um início prometedor de Abel Ferreira, que com um bom elenco no Palmeiras, está entusiasmando os torcedores. Essa noite, o técnico português tem novo desafio importante. O Verdão encara o Delfin, do Ecuador, por uma vaga na próxima eliminatória da Copa Libertadores.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade