in

Flamengo deve abrir mão de meia para reduzir gastos 

O Flamengo continua vivendo uma temporada complicada. Após um ano de sonho, com várias conquistas, o time vai lutando contra essa pandemia e tentando elevar seu nível. A saída do técnico Jorge Jesus, uma experiência difícil Domènec Torrent e, agora, Rogério Ceni vão marcando uma temporada difícil, quando o time está no terceiro lugar do campeonato, com oito pontos abaixo do São Paulo. O time também saiu da Copa dos Libertadores, mas tenta se reconstruir, pensando já no futuro.

Publicidade

Flamengo vive temporada mais delicada

O São Paulo, de Fernando Diniz, continua voando no topo do Brasileirão e segue em vantagem. Após a temporada passada do Flamengo, muitos torcedores acreditavam que o time entraria em uma hegemonia no futebol brasileiro. Porém, isso não aconteceu e vem sendo um ano mais difícil, com lesões, baixas por Covid-19 e calendário ainda mais apertado.

Depois, tem ainda a dificuldade financeira agravada com a pandemia. Para solucionar alguns de esses problemas, Rodolfo Landim pensa abrir a porta de saída para alguns jogadores. Desse jeito, o Flamengo poderia aliviar alguns custos no futebol, reduzindo muito a folha salarial.

Publicidade

Um elenco com muitas soluções é sempre o desejo de qualquer clube, mas o Flamengo tenta descartar agora alguns jogadores que não estão acrescentando tanto. No caso, o Mengão teria mesmo alguns jogadores como Lincoln. O atleta já estaria buscando novo time para seguir fora do Mais Querido.

Publicidade

Piris da Motta deve procurar novo time

Outra situação, que também estaria sendo gerenciada, é a de Piris da Motta. O jogador poderia regressar no Flamengo na nova temporada, ele que não está satisfeito no Gençlerbirliği, na Turquia. O jogador está com salários em atrasa e isso seria um motivo para sair do clube turco.

Publicidade

Porém, isso não significa que ele vai integrar o elenco do Flamengo. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade