in

Motivo de árbitro não marcar pênalti no Marinho durante jogo contra o Boca Juniors é revelado

Suposto pênalti não é marcado por árbitro em jogo do Santos contra Boca Juniors, mas Conmebol divulga áudio explicando motivo.

Publicidade

Nesta última quarta-feira, 6 de janeiro, o Santos foi a campo contra o Boca Juniors, na partida que valia a ida para a final da Libertadores, porém, o jogo acabou não saindo como o esperado, além de mais um problema envolvendo Marinho.

O clube paulista saiu de campo reclamando de um possível pênalti que não teria sido marcado em cima de Marinho, que acabou culminando no empate em 0 a 0. Nesta quinta-feira, 7 de janeiro, a Conmebol divulgou uma conversa entre o árbitro Roberto Tobar.

Publicidade

Publicidade

Tobar conversou com árbitros de vídeo, que não deram pênalti para o Santos

Nela, o árbitro conversa com os assistentes de vídeo, responsáveis por mandaram o lance seguir, não permitindo que ele marcasse o suposto pênalti mencionado pelo clube, que ficou indignado com a falta de atenção dada ao assunto.

Publicidade

Em um dos principais trechos do áudio, o árbitro de vídeo Eduardo Gamboa teria dito que não viu nada de anormal na atitude do jogador, apenas que a disputa do lance teria sido um choque entre os dois jogadores.

O lance reclamado pelo Santos se referia ao momento em que Marinho foi derrubado pelo zagueiro Izquierdo. Os dois estavam na área do Boca Juniors, porém, a bola já não estava sob a posse dos dois atletas.

Santos enviou ofício com reclamação para Conmebol

O árbitro não se importou em ver o lance, pois se quer foi ao monitor verificá-lo, no entanto, conversou sobre a jogada com os analistas de jogo, que informaram o que havia verificado no lance dos atletas.

O Santos, insatisfeito com a falta de visão do árbitro e dos assistentes, não gostou da decisão e enviou um ofício para a Conmebol, na intenção de externar sua reclamação e insatisfação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.