in

Luto: morre lutador de MMA aos 51 anos que travou uma batalha contra a Covid-19

No último sábado (16), foi noticiado com tristeza a morte do lutador Paul Varelans. O atleta era conhecido por ser o precursor do UFC, com 51 anos, morreu de Covid-19. Paul vinha lutando contra a doença desde dezembro de 2020. Internado em um hospital em Atlanta, nos Estados Unidos, o ex-lutador seguia brigando pela vida entubado, mas não resistiu ao vírus e complicações.

Publicidade

O lutador de MMA, deu a notícia que estava infectado com Covid-19 em sua rede social em meados de dezembro, e falou sobre a sensação e experiência de contrair esse vírus mortal. Segundo ele, a dor que sentia em seus rins, devido à doença, poderia ser igualada aos golpes que levou durante suas lutas no ringue. 

“A melhor maneira de comparar a sensação do Covid-19 em minha experiência é como se estivesse lutando contra um cara que se especializou em socos nos rins, e ele nunca para de bater”, contou Paul na ocasião. Logo após compartilhar seu drama com quem acompanha sua carreira, o quadro de sua saúde se complicou e ele teve que ser colocado em coma induzido. Foi através de sua página, que fãs, amigos e familiares ficaram sabendo do seu falecimento.   

Publicidade

Ao longo de sua carreira, Varelans conquistou nove vitórias, nesse trajeto também amargou nove derrotas no MMA. Apelidado de Urso Polar no UFC, Paul lutou nas edições vários campeonatos em 1995 e 1996. O grande embate na sua carreira foi quando lutou na final do UFC 7. 

Publicidade

Essa disputa contra o brasileiro Marco Ruas, não lhe trouxe bons resultados. O americano foi derrotado por Marco por nocaute, após 13 minutos de intenso combate. A carreira de Paul teve outros desafios marcantes, ele enfrentou nomes de peso como Carlão Barreto e Dan Severn. 

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Valeria Soares

Aqui você fica por dentro de tudo que acontece no mundo dos famosos e muito mais.