in

Tragédia: avião com presidente e jogadores de time do Brasileirão cai após decolagem; 6 morreram

O futebol brasileiro está de luto. Um trágico acidente com parte dos jogadores da equipe do Palmas Futebol e Regatas, foi registrado na manhã deste domingo (24). A ocorrência se deu pouco tempo depois da decolagem da aeronave, no distrito de Luizmangues, em Porto Nacional, em Tocantins. A fatalidade culminou na morte de quatro jogadores, o presidente do clube, Lucas Meira, de 32 anos, e do piloto do avião.

Publicidade

Os atletas que morreram foram identificados como Lucas Praxedes, de 23 anos, Guilherme Noé, de 28 anos, Marcus Molinari, de 23 anos, e Ranule, de 27 anos. O piloto foi identificado como Comandante Wagner.

Compromisso nesta segunda (25)

O grupo de jogadores que viajava rumo à Goiânia entraria em campo nesta segunda (25), quando o Palmas enfrentaria o Vila Nova, na disputa da Copa Verde. Atualmente, o Palmas ocupa a quarta divisão do futebol brasileiro, tendo disputado a Série D recentemente. 

Publicidade

Imagens que circulam nas redes sociais mostram que o avião ficou completamente destruído com o choque brutal no solo. Equipes de Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e do Instituto Médico Legal (IML) foram acionadas para atender o trágico acidente. 

Publicidade

Adversário do Palmas, o Vila Nova publicou uma nota nas redes sociais, lamentando o acontecido. Na última disputa das Eleições Municipais, o presidente do clube tocantinense, Lucas Meira, chegou a concorrer ao cargo de vice-prefeito, e venceu o pleito com Cinthia Monteiro (PSDB). Após algumas semanas da vitória, ele deixou a coligação alegando motivos pessoais. 

Publicidade

A prefeita emitiu nota lamentando o acidente e se solidarizando com as famílias.

O Palmas Futebol e Regatas também já se pronunciou sobre o trágico acidente.“Lamentamos informar que não há sobreviventes. Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar”, disse o clube em um trecho da nota divulgada. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade