in

Dirigente não poupa Renato Portaluppi após derrota para o Internacional e diz duras palavras

Após derrota do Grêmio para o Internacional por 2 a 1, de virada, no último domingo (24), o treinador Renato Portaluppi se revoltou com a atuação do árbitro Luiz Flávio de Oliveira e criticou o VAR. O Colorado venceu com gol de Edenílson, marcado de pênalti nos minutos finais da partida.

Publicidade

Com o resultado, o Inter abriu quatro pontos de vantagem sobre o vice-líder São Paulo e interrompeu uma sequência de 11 partidas sem vitória sobre o Grêmio. A última havia sido conquistada em 2018. O desagrado de Renato teve repercussão.

Romildon Bolzan, presidente do clube, concordou com o treinador na entrevista coletiva pós-jogo. Para a dupla, não houve pênalti de Kannemann. Nem todo mundo dentro do Grêmio seguiu pela linha de criticar a arbitragem. O vice-presidente Cláudio Oderich, por exemplo, criticou a postura da equipe.

Publicidade

Em entrevista à Rádio Pachola, nesta segunda-feira, o dirigente não poupou Renato Portaluppi. Indiretamente, ele criticou o treinador. “Mas se a gente for só por esse lado da arbitragem, do VAR, vamos afundar. O Grêmio não vem jogando bem há algum tempo”, disse o dirigente.

Publicidade

Oderich questinou se aos 40 minutos do segundo tempo, com o Grêmio ganhando por 1 a 0, era o momento de colocar o meia Pinares ou um zagueiro que desse balão para o mato. O dirigente afirmou ainda que o Grêmio precisa parar de tirar o pé porque isso o tem preocupado. As críticas foram diretas para o treinador Renato Portaluppi. Na quinta-feira (28), o Grêmio encara o Flamengo pelo Brasileirão. O jogo disputado em Porto Alegre é atrasado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!