in

Tiago Volpi pediu para sair do São Paulo? Informação da saída do goleiro é refutada

Os torcedores do São Paulo foram dormir preocupados na noite desta quinta-feira (4) depois que a informação de que Tiago Volpi teria pedido para sair da equipe foi divulgada por páginas nas redes sociais. O motivo para a suposta saída seria o ataque que o ônibus da delegação do São Paulo sofreu antes da partida contra o Coritiba pelo Campeonato Brasileiro.

Publicidade

O fato de Volpi não ter treinador nesta quinta aumentou ainda mais as especulações. Nas redes sociais, muitos torcedores ficaram preocupados. Volpi foi o goleiro que conseguiu se firmar na posição depois da saída de Rogério Ceni, em 2015.

Desde então, muitos goleiros passaram pela posição, como Denis, Sidão, Jean, entre outros, mas nenhum conseguiu se firmar. Tiago Volpi se firmou em 2019 e foi contratado em definitivo para 2020 – esta foi a única contratação do clube gastando dinheiro na temporada passada.

Publicidade

Volpi pediu mesmo para sair do São Paulo?

A informação divulgada nas redes sociais ganhou força, preocupou torcedores, mas foi refutada por dois repórteres que conhecem bem os bastidores do clube. Marcelo Hazam, do Globo Esporte, informou nas redes sociais que a informação era falsa e que o goleiro voltaria a treinar nesta sexta-feira.

Publicidade

“Tiago Volpi não treinou ontem porque teve um espasmo nas costas. Informação de que quer sair do São Paulo não procede. Falei com o próprio. Quem preferir inventar história…”, escreveu o apresentador e ex-setorista do São Paulo André Plihal, da ESPN Brasil. Portanto, a informação de que Volpi vai deixar o São Paulo foi refutada.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!