in

Folha salarial do Corinthians é a terceira mais cara do futebol brasileiro

O Corinthians vem encontrando muita dificuldade financeira nos últimos anos e vê sua dívida crescer ainda mais. Essa situação vem deixando a torcida preocupada, pois o clube pode ser penalizado por isso e sofrer as consequências em campo.

Publicidade

Essa situação já vem sendo sentida pela diretoria do Timão, pois desse jeito, é muito difícil realizar contratações de peso, deixando a equipe bem atrás dos seus maiores rivais e até de times com menor expressão.

Sem conseguir formar um elenco qualificado para brigar por títulos, esperava-se pelo menos que o Timão contasse com uma folha salarial com um custo baixo. No entanto, não foi isso que o jornalista Jorge Nicola informou em seu blog.

Publicidade

A folha salarial do Corinthians chega a ser a terceira maior do futebol brasileiro, pagando cerca de R$ 14 milhões mensais. Esse valor inclui os salários de jogadores, assim como premiações, e também os vencimentos da comissão técnica.

Publicidade

Quem lidera o ranking é o Flamengo, que conta com muitos jogadores de renome em seu elenco. O valor mensal gasto pelo Rubro-Negro com seu elenco gira em torno de R$ 22 milhões. Logo em seguida aparece o Palmeiras, com R$ 14,5 milhões.

Publicidade

Outros três clubes completam essa lista milionária com a folha salarial. Com o Corinthians em terceiro, Atlético-MG e Grêmio surgem empatados em quarto lugar, desembolsando cerca de R$ 11 milhões. O São Paulo aparece em seguida com R$ 10 milhões.

Em contramão, o clube terá que definir as situações dos meias Cazares e Otero. Ambos os atletas aceitaram uma redução salarial antes de vir ao Timão e agora desejam um aumento para acertar a renovação de contrato.

O que deixa a folha salarial do Timão com um valor elevado são os salários dos principais nomes do elenco. Atualmente, os mais remunerados são Fagner, Cássio, Luan e Gil. Eles recebem algo em torno de R$ 800 mil mensais.

A diretoria do Corinthians trabalha forte para mudar essa situação na próxima temporada. No entanto, a alternativa será ‘desinchar’ o elenco alvinegro, que atualmente conta com 36 jogadores e nem todos são utilizados por Mancini.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.