in

Hernán Crespo aprova jovem atacante; São Paulo precisa desembolsar R$ 3,4 milhões

Hernán Crespo treinou o São Paulo em apenas uma partida até agora. No domingo, diante do Botafogo-SP, no Estádio do Morumbi, o Tricolor empatou por 1 a 1 na estreia do Campeonato Paulista. Crespo havia iniciado o trabalho com o treino de dois antes da partida.

Publicidade

Na primeira avaliação da equipe, Crespo gostou do que viu e o atacante Galeano foi um dos que se destacaram. O jogador vinha sendo pedido pela torcida há algum tempo, mas teve pouco espaço sob o comando de Fernando Diniz. Com Marcos Vizolli, interino que assumiu na reta final do Brasil, o jogador teve chances.

Com Crespo, Galeano atuou por cerca de 27 minutos contra o Botafogo-SP e foi bem. Foi dele a assistência para o gol marcado por Pablo. O lance foi anulado pela arbitragem. Galeano também criou importantes jogadas durante os minutos em que esteve em campo.

Publicidade

O jogador tem contrato com o São Paulo até o fim do ano. Para mantê-lo, o Tricolor terá que desembolsar 600 mil dólares (R$ 3,4 milhões na cotação atual) para pagar ao Rubio Ñu, do Paraguai. A diretoria do São Paulo reservou R$ 37 milhões para contratações neste ano.

Publicidade

Galeano tem feito sucesso desde a base. Ele disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2020. Na equipe sub-20, disputou 48 partidas e marcou 28 gols. É mais de um gol a cada dois jogos, números bons para um atacante. Se continuar atuando bem, Galeano pode ser titular da equipe. No ano passado, outro jogador que se destacou nas categorias de base era titular, Brenner. A dupla com Luciano fez sucesso no Brasileirão.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!