in

Leila não perdoa dívida do Palmeiras, e clube terá que pagar valor milionário à Crefisa

A conselheira do Palmeiras, Leila Pereira, é também presidente da empresa de crédito pessoal Crefisa, patrocinadora e grande parceira do clube em suas negociações. Juntos, o Palmeiras e a Crefisa ostentam o maior patrocínio de toda a América Latina, em se tratando de um clube de futebol.

Publicidade

Torcedora declarada da Sociedade Esportiva Palmeiras, Leila Pereira ajudou o clube a trazer seus maiores reforços nos últimos anos, formando assim o elenco campeão da Libertadores da última temporada. No entanto, o clube terá que devolver o dinheiro gasto com esses reforços para os cofres da Crefisa.

Em uma entrevista para o canal do YouTube “O Nosso Palestra”, Leila explicou aos torcedores palmeirenses que não pode simplesmente perdoar a dívida que o clube tem com a sua empresa. Ela disse que não pode confundir a pessoa física com a jurídica e que a dívida que o Palmeira tem é com a Crefisa, e não com a Leila.

Publicidade

Leila ainda afirmou que, em momento nenhum, ofereceu o dinheiro para o Palmeiras. “Nós é que fomos procurados pelo clube para ajuda na aquisição dos jogadores”, afirmou ela, completando que o Palmeiras terá que devolver o dinheiro para a empresa assim que vender os jogadores que foram comprados com a ajuda da Crefisa. 

Publicidade

O valor da dívida do clube com a empresa de crédito pessoal gira em torno de R$ 160 milhões, que foram gastos na aquisição de reforços. O empréstimo foi feito com a menor taxa de juros do mercado, e o Palmeiras tem como obrigação, por contrato, pagar pelos jogadores com o dinheiro da venda dos mesmos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com