in

Após esculhambar Renato Portaluppi, pai de Jean Pyerre pede desculpas

Renato Portaluppi foi duramente criticado por Eduardo Corrêa, pai do meio-campista Jean Pyerre, após a derrota para o Palmeiras por 2 a 0, no domingo (7), pelo jogo de volta da final da Copa do Brasil. Nas redes sociais, Eduardo postou um vídeo escorraçando Renato.

Publicidade

O pai de Jean Pyerre xingou Renato e afirmou que o time do Grêmio para Atibaia, no interior de São Paulo, para passear. Segundo ele, nenhum treino foi realizado. Renato optou por deixar Jean Pyerre no banco de reservas e colocou Thaciano no time titular.

O treinador foi criticado pelos torcedores por optar por Paulo Victor como goleiro titular. O goleiro foi acusado de ter falhado nos dois gols do Palmeiras na partida disputada no Allianz Parque. As declarações do pai de Jean Pyerre repercutiu negativamente.

Publicidade

Em novas declarações, Eduardo se retratou para o treinador do Grêmio. “Gostaria de pedir minhas mais sinceras desculpas ao treinador Renato Portaluppi pelas ofensivas proferidas em um vídeo feito por mim que foi vazado ontem. Esse ato não reflete a opinião de terceiros e, em momento algum, quis prejudicar meu filho e seus companheiros”, afirmou.

Publicidade

O pai do meia também afirmou que as declarações foram dadas em momentos de irritação. Ele reforçou o pedido de desculpas a todos os que se sentiram ofendidos com a situação. Jean Pyerre vem sendo criticado. O camisa 10 caiu de produção nas últimas partidas e não apresenta o futebol que a torcida espera dele. O Imortal depende do bom futebol do atleta para ir bem também.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!