in

Vídeo: Muricy Ramalho é flagrado discutindo com fiscal e perde a linha em praia fechada do interior de SP

O ex-treinador e agora coordenador de futebol do São Paulo, Muricy Ramalho, se envolveu em uma polêmica no último domingo (14), na praia de Riviera, em Bertioga, no litoral paulista. Por conta do decreto de restrições da fase vermelha do Plano São Paulo, as praias estão fechadas, e contam com a fiscalização. 

Publicidade

Em um vídeo que vem viralizando nas redes sociais, o coordenador técnico do Tricolor aparece na praia sem estar fazendo a utilização de máscara, e argumentando com os fiscais que o decreto não estaria anunciado para aquele dia, e sim para esta segunda-feira (15). 

Inicialmente, o governo de São Paulo determinou que as restrições seriam vigentes a partir desta segunda, contudo a Prefeitura Bertioga, adiantou o processo de restrição para o último sábado. Na ação, ficou passou a ser proibido o acesso, circulação e qualquer tipo de atividade na faixa de areia, mar, calçadão e jardins. 

Publicidade

De acordo com a nota publicada pela gestão do município, mais de 500 pessoas foram abordadas no domingo, entre elas o coordenador de futebol do Tricolor do Morumbi. 

Publicidade

Apesar da revolta para com os fiscais, Muricy não foi multado, e posteriormente se retirou do local se queixando da abordagem.

Publicidade

Se pronunciou

Em entrevista ao Globoesporte.com, Muricy se defendeu da situação de polêmica vivenciada na praia, e continuou defendendo a sua decisão de ir ao local, e citou exemplos de pessoas que estavam curtindo o litoral. 

“Acontece que no domingo todo mundo acordou e a praia estava cheia. Fomos todos andar, como sempre fazemos. Chega um momento os caras falam que a praia estava fechada. E aí tive que sair da praia. Claro, falei que não concordava e saí”, desabafou o ídolo da torcida do São Paulo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade