in

TJD-RS denuncia Miguel Ángel Ramírez e treinador poderá ficar de fora por 3 partidas

O novo treinador do Internacional, o espanhol, Miguel Ángel Ramírez, ainda não estreou pelo clube e já poderá ser suspenso por 3 partidas. A Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul, denunciou o técnico pela invasão da área técnica, na partida entre a equipe colorada e o Ypiranga-RS, ainda não há data para o julgamento.

Publicidade

O Internacional venceu a partida, entretanto, o técnico não poderia estar na área técnica, pois por problemas com documentos não foi regularizado a tempo.  O espanhol, foi enquadrado no art. 258-B do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que consiste em “invadir local destinado à equipe de arbitragem, ou o local da partida, prova ou equivalente, durante sua realização“, a pena pode ser de 1 a 3 jogos de suspensão.

Entretanto, a Procuradoria da Justiça Desportiva, está analisando o caso, pois Ramírez não teve o seu contrato de treinador publicado do BID, Boletim Informativo Diário da CBF, desse modo  art. 258-B, somente fala em punição a jogadores e técnicos. 

Publicidade

Como no momento da infração, Ramírez ainda não era oficialmente técnico do Internacional, a pena pode ser de 15 dias chegando até 180, conforme entendimento da Justiça Desportiva, contudo, até a data do julgamento, a situação do técnico já estará regularizada.

Publicidade

Miguel Ramírez, no primeiro tempo assistiu ao jogo na arquibancada como torcedor, contudo, no segundo tempo não se conteve, abriu o portão e desceu até a área técnica, passando orientações a seus auxiliares Martín Anselmi e Osmar Loss. O ocorrido foi mencionado na súmula da partida, pelo árbitro Jean Pierre Lima.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade