in

Atacante do Corinthians chama atenção no mercado; diretoria é avisada sobre saída

A diretoria do Corinthians não descansa e sempre está em busca de novos recursos financeiros para driblar a crise que ronda o clube. No entanto, o país passa por um momento econômico delicado, o que dificulta ainda mais as coisas.

Publicidade

O novo departamento de marketing do Timão até que conseguiu finalizar alguns acordos com patrocinadores, elevando um pouco as receitas alvinegras. Contudo, todo esse esforço vem sendo insuficiente e a venda de jogadores deve ser a solução.

A comissão técnica de Vagner Mancini vem trabalhando em busca de jovens promissores das categorias de base e utilizá-los no time principal. Antes disso acontecer, o treinador teve que deixar de lado alguns nomes para abrir espaço no elenco.

Publicidade

Um dos jogadores que ficaram fora dos planos de Mancini para esta temporada foi o atacante Everaldo. Mesmo sem jogar, o atleta vem chamando atenção de alguns clubes no mercado da bola e sua saída do Timão é iminente.

Publicidade

A ideia do Corinthians é se desfazer em definitivo do jogador, mas chegam muitas propostas querendo seu empréstimo. No momento, foram cinco equipe interessadas em contratá-lo: Bahia, Sport, Fluminense, Ceará e também o Fortaleza, pelo menos é o que informa o GloboEsporte.com.

Publicidade

Tecnicamente, quem estaria mais próximo de conseguir tirar Everaldo do Timão é o Fluminense. Vale lembrar que foi no clube carioca que o atacante teve seus momentos de destaque. Outro fator que influencia a transferência para o Tricolor das Laranjeiras é a disputa da Copa Libertadores.

Quem está tentando atravessar o caminho do Fluminense é o Bahia. A intenção do clube baiano é realizar uma proposta para o Corinthians pela compra em definitivo do jogador. Esse tipo de negócio é bem visto pelo presidente alvinegro Duílio Monteiro Alves.

Com o surgimento de propostas, não vai demorar muito para o Timão definir a situação de Everaldo. Na temporada passada, ele até que conseguiu ganhar oportunidades. Foram 27 partidas disputadas e apenas três gols marcados, números que não agradam ao técnico Vagner Mancini.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.