in

São Paulo quer renovar com Daniel Alves e diretor fala sobre salário: ‘Menos do que jogador mediano’

O São Paulo age com transparência e não esconde que deve algo em torno de R$ 10 milhões ao jogador Daniel Alves por valores referentes a direitos de imagem do atleta no ano de 2020. A dívida do clube foi confirmada pelo diretor de futebol, Carlos Belmonte.

Publicidade

A princípio, o clube tenta quitar parte dessa dívida com uma nova negociação com o jogador. O pensamento da diretoria é renovar o contrato do atleta, estendendo assim sua duração e também o tempo que terá para pagar os valores pendentes. O atual contrato de Daniel Alves com o São Paulo no fim de 2022.

Outra estratégia seria usar parte da receita vinda da venda do jovem Brenner ao clube americano FC Cincinnati para abater os valores devidos ao jogador.

Publicidade

O diretor elogiou a postura do atleta mesmo em meio a dívida que o clube tem com ele e afirmou que até o momento os valores recebidos por Daniel Alves tanto em salários como em direitos de imagem está abaixo de um jogador do seu nível. Tirando o que o São Paulo deve ao jogador, Daniel Alves ‘recebeu menos do que um jogador mediano‘; segundo Carlos Belmonte.

Publicidade

Belmonte tentou esclarecer que o atleta não é nenhum mercenário e que no atual momento está recebendo menos do que atletas com muito menos história que ele no futebol. O diretor ainda frisou que o jogador é o primeiro a chegar e o último a ir embora nos treinamentos. 

Publicidade

O clube sabe que Daniel Alves tem o total direito de não aceitar os novos termos oferecidos, mas conta com a boa vontade do atleta em uma possível renegociação e renovação de contrato.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com