in

Palmeiras terá que desembolsar 48 milhões de reais por contratação de Wesley em 2012

O Palmeiras vem se preparando para uma sequência importante de jogos. Nesta quarta-feira (7), o Verdão irá enfrentar o Defensa y Justicia (ARG) pela Recopa Sul-Americana. Logo após a decisão contra o clube argentino, o Verdão enfrentará o Flamengo pela final da Super Copa do Brasil, e ganhar de um rival direto na busca por títulos no Brasil vem sendo tratado como prioridade pela diretoria palmeirense.

Publicidade

Contudo, é um caso antigo que vem atormentando o Palmeiras e, finalmente, a dor de cabeça será aliviada. A contratação do meio-campo Wesley, em 2012, gerou uma dívida milionária para o Palmeiras.

O empresário Antenor Angeloni atuou como fiador do negócio quando o Verdão contratou o atleta junto ao Werder Bremem (ALE), e após uma longa discussão na justiça, finalmente o Verdão e o empresário chegaram a um denominador comum e acertaram um acordo.

Publicidade

A dívida do clube paulista com Antenor girava em torno de 60 milhões de reais, contudo, foi resolvido em um acordo que o empresário receberá em torno de 48 milhões. O valor arrecadado pelo Palmeiras com a venda de Moisés para a China será usado como forma de entrada. O clube paulista vendeu o atleta por cerca de 20 milhões de reais e este valor estava bloqueado pela Justiça. O restante do dinheiro será pago em 20 parcelas.

Publicidade

A contratação de Wesley foi controversa e, na época, o Verdão chegou a realizar uma vaquinha entre seus torcedores para arrecadar fundos para a contratação do atleta. Apesar do alto valor que deverá ser pago, o setor financeiro e jurídico do Verdão enxergou o acordo como uma vitória, pois o valor a ser pago da dívida poderia se elevar ainda mais por conta dos juros.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade