in

Diretoria do Corinthians explica a suposta saída de Medalhão

A gestão do Corinthians não reconhece o interesse do Fluminense em contratar Cazares. O site Saudações Tricolores divulgou no Rio de Janeiro que o meio-campo e o clube carioca negociaram termos salariais e contratuais.

Publicidade

A reportagem de Meu Timão dirigiu-se a integrantes do Comitê Corinthians, que garantiram não ter recebido ligações dos dirigentes do Fluminense solicitando a liberação antecipada do jogador. O contrato será encerrado no dia 30 de junho.

Porém, esses dirigentes também entendem que após a última entrevista coletiva do CT Joaquim Grava, a busca por Cazares se tornou natural, e foi apenas uma questão de tempo. Na ocasião, o dirigente de futebol, Alessandro Nunes e o técnico Vagner Mancini deixaram claro para os torcedores que a situação do equatoriano é complicada devido a situação financeira do clube. Jemerson e Otero vivem o mesmo.

Publicidade

Caso a diretoria do Fluminense e a equipe de Cazares se acertem, o apelo a diretoria do Corinthians para a liberação antecipada não deve demorar, pois as inscrições para a Taça Libertadores terminam em alguns dias. O principal líder da equipe do Rio, Fred, sempre se afirmou torcedor do equatoriano.

Publicidade

Casazes foi revelado pelo Independiente del Valle, e teve também passagens pelo River Plate, Barcelona de Guayaquil e Banfield da Argentina, até, em 2016, chegar ao Atlético-MG, onde se destacou e jogou até o ano passado. Apesar de se dar bem no clube mineiro, esteve envolvido em polêmicas extra-campos antes de assinar com o Corinthians. No clube paulista, participou de 27 jogos e marcou dois gols.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Thiago Borges

Olá, sou Thiago Borges.