in

Treinador do Del Valle ‘sente o golpe’ e reclama de vantagem do Grêmio: ‘estão fazendo de tudo’

O Grêmio enfrenta o Independiente del Valle pelo jogo de volta da terceira fase da Copa Libertadores da América, nesta quarta-feira (14), a partir das 19h15, na Arena, em Porto Alegre. O governo do Rio Grande do Sul autorizou a disputa da partida na capital do estado.

Publicidade

Na partida de ida, disputada no Paraguai, o Grêmio foi derrotado pelo Del Valle por 2 a 1, de virada. O treinador Renato Paiva, do time equatoriano, criticou o Tricolor. Segundo ele, os jogadores do time brasileiro estavam cansados aos 60 minutos do segundo tempo. Se a partida tivesse sido disputada no Equador, na altitude, a vantagem do Del Valle seria ainda maior, segundo ele.

O jogo não foi disputado no Equador devido à pandemia do coronavírus e a Conmebol transferiu a partida para o Paraguai. Pelo jeito, Renato Paiva queria que a segunda partida fosse no mesmo local. Ele sentiu o golpe e mostrou que não gostou nada de ter que ir para Porto Alegre.

Publicidade

“Fazer o 2º jogo aqui (Paraguai) e não ir a Porto Alegre, onde as coisas estão como estão (referindo-se a pandemia). Não consigo entender. Vamos nos arriscar todos (…) Se você olha assim, parece que estão fazendo tudo para que o Grêmio tenha vantagem para passar”, disse o português.

Publicidade

Para se classificar, o Grêmio precisa vencer por dois ou mais gols de diferença. Se vencer por um gol, leva a decisão da vaga para os pênaltis. O classificado deste duelo entra no grupo A da Copa Libertadores e enfrentará Palmeiras, Defensa y Justicia (Argentina) e Universario (Peru). Quem perder, vai para a fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!