in

De saída? Atacante do São Paulo tem contrato se encerrando nesta semana; staff nega boatos

FELLIPE LUCENA/DIVULGAÇÃO INSTAGRAM OFICIAL DO SÃO PAULO

Após o título no Campeonato Paulista sobre o arquirrival Palmeiras, onde encerrou um jejum de 16 anos sem vencer o certame estadual, o São Paulo entrou em ação nesta terça-feira (25) pela Copa Libertadores. Com uma equipe alternativa, o Tricolor não encontrou dificuldades para superar o Sporting Crystal pelo placar de 3 a 0, no Morumbi.

Publicidade

Como a equipe já estava com a situação com a classificação às oitavas assegurada, o técnico Hernán Crespo deu oportunidades para alguns atletas que não vinham tendo grandes oportunidades no time, entre eles o atacante João Rojas.

Iniciando a partida no Morumbi como titular, o atleta foi responsável por ampliar o marcador para os donos da casa, aos 23 minutos da segunda etapa, quando fez o 2 a 0 para o Tricolor. A nova chance ao equatoriano chegou justamente próximo da reta final do seu vínculo contratual com o time paulista. No contrato fixado, Rojas é jogador do São Paulo até o dia 30 de maio.

Publicidade

As tratativas em prol de uma permanência do atleta no São Paulo segue movimentando os bastidores do clube, e conta com desencontro nas informações. Diferentemente do que foi veiculado pela Gazeta Esportiva, o staff do atleta já se posicionou e negou que o problema para as negociações se arrastarem seja dinheiro. 

Publicidade

Os representantes do atacante rechaçaram que as pendências que impediram um fechamento de um novo contrato seja por divergências financeiras. O staff reforçou acreditar em um “final feliz”, para que o novo acordo seja selado antes mesmo do próximo domingo (30), e que Rojas fique à disposição de Crespo para a disputa do Brasileirão. 

Publicidade

Palavra do atleta

Logo após a vitória sobre o Sporting Crystal, Rojas mostrou tranquilidade acerca do futuro e manifestou desejo de continuar vestindo a camisa do Tricolor. 

“Estou tranquilo, creio que soube aproveitar a oportunidade que o Crespo me deu. Temos que seguir em frente, pensar no Brasileirão. Estou tranquilo. Sempre tenho vontade de estar dentro de campo, independentemente da renovação”, disse o atacante equatoriano. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade