in

Muricy Ramalho ignora convite da Seleção Brasileira para continuar trabalhando no São Paulo

Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC

O São Paulo vive um grande momento e recentemente conseguiu encerrar o seu grande jejum de títulos com a conquista do Campeonato Paulista. O técnico argentino Hernán Crespo é apontado como o grande responsável pelo bom momento do tricolor, pois o treinador conseguiu reformular o estilo de jogo do clube, além de incentivar a mentalidade vencedora em seus jogadores.

Publicidade

Entretanto, outro grande personagem que também colabora para o momento vitorioso do São Paulo é o coordenador de futebol do clube, o ex-treinador Muricy Ramalho. O presidente do clube, Julio Casares afirmou recentemente que Muricy foi convidado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para trabalhar na entidade, o convite partiu do presidente da CBF, Rogério Caboclo.

Não é a primeira vez que Muricy é convidado para trabalhar na entidade. Em 2010, quando dirigia o Fluminense, o então treinador também foi convidado pela entidade e acabou recusando a proposta.

Publicidade

“O presidente da CBF, Rogério Caboclo, realmente convidou o Muricy para trabalhar na Seleção. Eu falei que não gostaria de abrir mão dele, que é um profissional sério, um patrimônio do São Paulo. E o Muricy não desejou largar esse projeto”, declarou Julio Casares.

Publicidade

Muricy é um verdadeiro ídolo do tricolor. O ex-treinador conquistou um tricampeonato brasileiro nos anos de 2006, 2007 e 2008. Com a eleição de Julio Casares, Muricy Ramalho foi convidado pelo mandatário para exercer o cargo de coordenador de futebol e prontamente aceitou o convite, se retirando do SporTV, onde atuava como comentarista.

Publicidade

No São Paulo o trabalho de Muricy é realizar uma ponte entre a comissão técnica de Crespo com a diretoria do tricolor paulista.

Publicidade
Publicidade
Publicidade