in

Árbitro pode prejudicar Corinthians com registro na súmula

César Greco / Ag. Palmeiras

O árbitro Bráulio da Silva Machado, responsável por apitar a partida entre Corinthians e Atlético Goianiense, na última quarta-feira (02) pela Copa do Brasil, realizou anotações na súmula da partida relatando todo o ocorrido após a expulsão do lateral-direito do Corinthians Fagner e pode trazer alguma punição ao Timão.

Publicidade

Sobre a partida

A punição que vier devido a sumula da partida não chegará perto da atuação do Corinthians na partida. A partida foi realizada pela 3ª fase da Copa do Brasil, no estádio da Neo Química Arena. No primeiro jogo desta fase, o Atlético Gonhaniense venceu o Timão pelo placar de 2 a 0.

Aos 18 minutos do segundo tempo, para piorar a situação, quando o Corinthians já perdia por 2 a 0 seu lateral-direito Fagner foi expulso da partida. Após a partida, o árbitro deixou registrado na súmula o incidente envolvendo o integrante da comissão técnica Mauro da Silva.

Publicidade

O que foi dito na súmula

Bráulio relatou a confusão acontecida após o final da partida na saída das equipes para o vestiário. Se não bastasse a derrota para a equipe do Atlético Goianiense, a súmula pode vir a trazer alguma punição para a equipe do Timão.

Publicidade

Segundo a súmula, Mauro teria proferido ameaças e ofensas à equipe de arbitragem sem o uso de máscaras, gritando e com o dedo do meio levantado. Segundo a súmula, Mauro da Silva disse “Seu ladrão, safado. Você sempre vem roubar o Corinthians. Vou esperar para te pegar lá fora”. Na visão do árbitro, ele teria se sentido ofendido pelas palavras proferidas e ameaçado pelo comportamento do integrante da comissão técnica corintiana.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade