in

Preocupado com motim de jogadores, CBF teria plano com Tite fora

Reprodução/Site oficial da CBF

As polêmicas envolvendo à Copa América estão longe de acabar e com o Palácio do Planalto acompanhando bem de perto toda a crise da CBF, a pressão só aumenta.

Publicidade

Para tranquilizar o governo, Rogério Caboclo já havia informado que a CBF já teria informado que tem um plano de ação caso os jogadores convocados pelo Tite se recusem a jogar. A solução seria a convocação novos atletas, achando que assim resolveria o problema. Mas e se os novos atletas também se recusarem?

Muitos tem esperado para terça-feira após o jogo do Seleção e a tensão só cresce.

Publicidade

Situação de Tite na Seleção Brasileira

Outro esclarecimento realizado pela CBF ao planalto, seria a confirmação da saída de Tite após o jogo de terça-feira contra o Paraguai pelas Eliminatórias, conforme circula nos bastidores do futebol e informado pelo repórter Andre Rizek. Mesmo bastidores que afirmam que o elenco está cada vez mais fiel ao treinador atual.

Publicidade

O nome confirmado para o Palácio do Planalto é de Renato Gaúcho. Mas um ministro já teria dito que está preparado para a possibilidade de motim.

Publicidade

Crise na CBF e Rogério Caboclo

Não é novidade para ninguém a crise que enfrenta Rogério Caboclo, presidente da CBF. A entrada dele no vestiário do Brasil, no jogo contra o Equador pela Eliminatórias só mostra a tensão existente.

Rogério Caboclo acaba de ser afastado da presidência da CBF por 30 dias devido à denúncia de assédio sexual feita pela funcionaria dele. Sendo assim, suas decisões caem por terra e o Planalto não teria mais base para interferências.

Publicidade
Publicidade
Publicidade