in

Importante patrocinador desiste de expor sua marca durante os jogos da Copa América no Brasil

Lucas Figueiredo / CBF

Nesta terça-feira (8), a Mastercard, empresa de pagamentos de nível internacional com mais de 25 milhões de clientes em todo o mundo, afirmou que não irá expor sua marca, como de costume, durante os eventos da Copa América, que ocorrerá entre os dias 13 de junho e 10 de julho, no Brasil.

Publicidade

De acordo com a empresa, a logo da companhia não será exibida à beira dos gramados dos estádios que seriarão o evento e nem mesmo no painel de fundo das entrevistas cedidas por técnicos e jogadores.

A competição de nível continental seria, inicialmente, realizada na Colômbia, porém, o governo do país optou por recusar a oferta por questões políticas internas. A segunda opção, então, passou a ser a Argentina, que acabou recusando por conta do avanço da pandemia da Covid-19 no País.

Publicidade

Sem opções, a Conmebol, entidade realizadora da competição, optou por solicitar o Brasil como sede, oferta que acabou sendo aceita pelo presidente da República Jair Bolsonaro.

Publicidade

A decisão da Presidência acabou não agradando aos atletas da seleção brasileira, que nesta quarta-feira (9) realizaram um manifesto e teceram críticas à entidade responsável pelo evento, demonstrando ser contra a realização do torneio em solo brasileiro.

Publicidade

No entanto, apesar do manifesto contrário à competição, os jogadores brasileiros não desistiram de competir pelo título e participarão das partidas desta edição da Copa América.

O primeiro jogo está marcado para o próximo domingo (13) e será disputado pelas seleções do Brasil e Venezuela, às 18h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Enquanto isso, Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), agendou para a próxima quinta-feira (10) a análise das ações que visam impedir que o torneio aconteça no Brasil por conta da pandemia da Covid-19.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.