in

Mercado da Bola: empresário de atacante vai à capital paulista negociar salários com o Corinthians

Após conversas por telefone não funcionarem, empresário vai até à diretoria do Corinthians.

Divulgação/Rodrigo Coca - Instagram Oficial do Corinthians

Após o início de conversas não reder nenhum um acordo entre o empresário de Paolo Guerreiro  e a diretoria do Corinthians, o representante do atacante peruano foi até à capital paulista para negociar salários e tentar fechar um acordo para esta temporada.

Publicidade

Situação atual do ataque do Corinthians

É de conhecimento público que o Corinthians está passando por sérios problemas financeiros nos últimos tempos e vem se agravando ainda mais depois do início da pandemia. A falta de torcida no estádio agravou consideravelmente as contas do Timão.

Porém, o Corinthians está bastante carente em algumas posições para compor o time titular e precisa se reforçar para conseguir uma equipe mais consistente. A posição mais carente e com dificuldades para funcionar é o ataque.

Publicidade

Sem nenhum jogador despontando na posição, o Luan está sendo utilizado como “falso 9”, porém sem resultados. O atacante Jô também vem passando por uma péssima fase e o Cauê também não conseguiu trazer resultados para o ataque comandado pelo técnico Sylvinho.

Publicidade

Conversas entre Corinthians e Paolo Guerreiro

Após algumas dispensas feitas no elenco, o técnico Sylvinho precisa de algumas peças pontuais para compor a equipe. Inicialmente, segundo o jornalista Jorge Nicola, o representante de Paolo Guerreiro pediu uma salário de 850 mil reais mensais.

Publicidade

A proposta inicial foi imediatamente recusada, sendo considerada inviável financeiramente pela realidade do clube. Com contrato até o final de 2021, o representante do atacante veio até São Paulo para tentar chegar em um acordo com a diretoria.

Publicidade
Publicidade
Publicidade