in

Fato que iniciou ‘namoro’ entre Grêmio e Cavani é revelado; tratativas agitaram torcida e detalhes vem à tona

Tricolor chegou a apresentar um projeto tentador para convencer o craque uruguaio.

Reprodução - PSG - YouTube

O final do ano passado foi marcado por uma grande movimentação dos torcedores do Grêmio diante uma possível chegada do atacante Edinson Cavani na equipe Tricolor. O que era tido apenas como um “sonho” por pouco não se tornou realidade, com uma “novela” se arrastando por meses.

Publicidade

Mas qual fator teria sido primordial para que o clube sulista e o jogador iniciasse o “namoro” que quase se tornou um “casamento”? De acordo com informações do UOL Esporte uma aproximação feita durante a Copa América de 2019 fortificou laços e impactou em uma admiração mútua.

Em junho daquele ano, o Uruguai atuou contra o Japão na Arena do Grêmio. Naquela oportunidade, diversos torcedores do Tricolor, por iniciativa própria espalharam cartazes sugerindo que o craque viesse defender as cores da equipe. O ato foi motivado após Neymar, companheiro de time do uruguaio no PSG ter falado que o colega desejava disputar uma Libertadores. 

Publicidade

Houve intensa agitação nas redes sociais com a hashtag #VemCavani, e o jogador logo tomou conhecimento. Não demorou muito, e a diretoria do Imortal resolveu “surfar na onda”. Em um treino de seleção celeste no CT Presidente Luiz Carvalho, os jogadores uruguaios foram presenteados com a camisa do Tricolor.

Publicidade

Cavani recebeu a camisa azul-celeste, em homenagem ao Uruguai, e posou para fotos recebendo os presentes. Aquela ação seria determinante para que meses depois, as conversas entre Grêmio e o jogador avançassem e, por muito pouco, não se consolidasse em um final feliz para o torcedor do Imortal. 

Publicidade

Foto: Lucas Uebel – Divulgação 

Ficou no quase

Ciente de que o jogador estava de saída do Paris Saint-Germain, o Grêmio através de intermediário monitorou Cavani, e tentou ofereceu um projeto que fizesse o craque uruguaio se abster das cifras milionárias recebidas em solo europeu para abraçar o planejamento do Tricolor, mas após semanas de “novela”, não houve um acordo, e o atacante acabou rumando para o Manchester United. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade