in

Atacante que atua na Europa volta a ser assunto no Grêmio e dirigente dá detalhes sobre negociação

Tricolor teve concorrência de outras equipes do cenário nacional; entrave é revelado.

LUCAS UEBEL - DIVULGAÇÃO - GRÊMIO

Os últimos meses têm sido marcados por uma intensa movimentação do Grêmio no mercado da bola, se destacando sempre entre os rumores de negociações na janela de transferências. Após longas tratativas, o Tricolor fechou com Douglas Costa, principal contratação para a temporada 2021, e as investidas não pararam por aí.

Publicidade

Em abril deste ano, o jornal Extra informou que quatro clubes estavam de olho na contratação do atacante Alex Teixeira. Cria da base do Vasco, o jogador de 31 anos está sem clube desde o início do ano, quando deixou o Jiangsu, da China.

Após se destacar com a camisa do Gigante da Colina no início da carreira, o atleta rumou para o Shakhtar Donetsk, onde integrou uma equipe vitoriosa repleta de jogadores brasileiros, com Bernard, Dentinho, Taison e o próprio Douglas Costa. 

Publicidade

De acordo com o jornalista César Cidade Dias, Alex Teixeira foi ofertado ao Grêmio e teve o seu nome especulado no Tricolor dos Pampas. Apesar disso, o salário apareceu como principal entrave, sendo taxado como fora da realidade do clube sulista. 

Publicidade

Questionado sobre as negociações envolvendo o atacante em uma entrevista à página “Gremistas de Nascimento”, o vice-presidente de futebol do Imortal, Marcos Herrmann, trouxe detalhes das tratativas.

Publicidade

“Ele (Alex Teixeira) quer ganhar em euro. Não adianta a gente criar ilusões. O Grêmio inclusive perguntou para ele. Ele quer ficar na Europa, ganhar eu euro e ficar rico. Não tem como. Mas é muito bom jogador”, disse o dirigente do Grêmio.

Alternativas

Segundo Herrmann, o Tricolor deve focar em “buscar soluções dentro do elenco”, enfatizando que será bastante complicado viabilizar a chegada de um ou dois reforços para o plantel do Imortal.

Publicidade
Publicidade
Publicidade