in

Agente de Diogo Barbosa, do Grêmio, abre o jogo sobre possível saída

Empresário de Diogo Barbosa não faz rodeios e detalha possibilidade de saída do Grêmio.

(Lucas Uebel/Grêmio)

O Grêmio tem um grande problema na sua lateral-esquerda. Desde que Bruno Cortez começou a ter um declínio técnico notório, o Tricolor se viu sem alternativas no próprio elenco para substituir o campeão da Libertadores de 2017 à altura.

Publicidade

Foi então que o Tricolor foi ao mercado no início de 2020 e contratou Caio Henrique. Os problemas pareciam solucionados com o ótimo jogador. Entretanto, a passagem foi curta, de apenas 6 meses, o que devolveu o problema da lateral ao Grêmio.

Lateral ainda não se firmou no Grêmio

Para repor a saída de Caio Henrique, o Grêmio foi ao mercado e desembolsou R$ 10 milhões ao Palmeiras pelo lateral-esquerdo Diogo Barbosa. O lateral, que foi destaque no Cruzeiro antes de chegar ao Porco, foi um pedido do técnico Renato Portaluppi à época.

Publicidade

No entanto, o jogador nunca correspondeu às expectativas, sendo preterido em várias oportunidades ao seu concorrente, Cortez, que não era uma unanimidade dentro do elenco e tampouco para o torcedor.

Publicidade

Atualmente na reserva e entrando esporadicamente nos jogos, Diogo teve seu nome ventilado no Bahia, como uma possível reposição a uma eventual saída do atual titular da posição, Matheus Bahia, que recebeu sondagens do futebol turco.

Publicidade

O jornalista e setorista do Bahia, Lincoln Oriaj, decidiu investigar a situação do lateral-esquerdo. Em contato com o representante do jogador, Edson Favarin, o comunicador informou os detalhes da provável sondagem. “O empresário me confirmou que não tem conhecimento de nenhuma negociação de Diogo com o Bahia”, disse o jornalista em seu Twitter, na tarde desta terça-feira (22).

No mesmo sentido, o setorista do Grêmio Luã Hernandez, da GaúchaZH, também confirma que da parte do Grêmio não há nenhuma possibilidade de negociação. O contrato do atleta vai até dezembro de 2023. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade