in

Grêmio descarta Brasil e prioriza contratações de reforços da Europa

O Grêmio olha para o mercado na busca por jogadores para qualificar o seu elenco.

(Lucas Uebel/Grêmio)

Ainda com problemas na montagem do time ideal, o Grêmio deve ir ao mercado na busca por reforços. Entretanto, ao que tudo indica, o Tricolor deve aguardar a abertura da janela de transferências para contratações do mercado externo, pois priorizará atletas vindos da Europa, mas também estará com olhar atento para o mercado sul-americano.

Publicidade

Dessa forma, o Grêmio deve definir suas prioridades e enxerga como necessidade máxima a chegada de um meia-armador para o elenco. As características são de um jogador intenso, capaz de marcar gols e com presença de área.

Grêmio sondou Facundo Torres

O uruguaio Facundo Torres, sondado pelo Grêmio, corresponde às expectativas da diretoria. Entretanto, o clube emperra no valor da multa rescisória do jogador, na casa dos US$ 20 milhões (cerca de R$ 100 milhões). Dessa forma, o Grêmio deve manter o atleta no radar, mas ainda olhando para nomes oriundos do futebol europeu.

Publicidade

No ano de 2020, o Grêmio chegou a sondar outro meia uruguaio, mas do futebol europeu. O meia-atacante Gastón Ramirez, então na Sampdoria, da Itália, esteve muito próximo de acertar a sua chegada a Porto Alegre, mas ao final da negociação optou por permanecer no Velho Continente. 

Publicidade

O perfil buscado pelo Grêmio atualmente não difere muito do cogitado à época. Assim, o clube deve observar outros jogadores com o perfil similar ao experiente uruguaio sondado em 2020. 

Publicidade

Entretanto, o Grêmio esbarra nas cláusulas de registro da FIFA, cuja janela para transferências no exterior só está prevista para abrir em 1º de agosto. Por isso, o torcedor precisará esperar até lá para ver novas caras no Tricolor.

Publicidade
Publicidade
Publicidade