in

Tiago Nunes deixa de lado torcida e aposta em jogador contestado

Sem Kannemann, Tiago Nunes deve manter jogador contestado entre os titulares da equipe.

(Lucas Uebel/Grêmio)

O Grêmio vem de um problema constante ao longo do ano: o atrito entre torcida, diretoria e comissão técnica. Desde os tempos de Renato Portaluppi na casamata, os torcedores costumam ir às redes sociais protestar pelas escolhas dos treinadores à frente da equipe.

Publicidade

Isso porque, mesmo com o projeto coordenado por Romildo Bolzan Jr. de aposta nas categorias de base, o que se vê é o inverso do que é prometido. No discurso, há a aposta nos mais jovens, mas na prática o assunto é outro.

Tiago Nunes ‘ignora’ torcida

Contratado com seu currículo de aposta em meninos, o técnico Tiago Nunes parece ter mudado o seu pensamento ao longo dos últimos anos. Isso porque, a princípio, os veteranos devem seguir ganhando a preferência do treinador, mesmo a contragosto da torcida.

Publicidade

Para a partida de quarta-feira (30), o treinador não terá o zagueiro Kannemann, suspenso pelo cartão vermelho recebido diante do Fortaleza. Dessa forma, Paulo Miranda deve ser o escolhido para substituir o argentino, mesmo que seja um dos atletas mais contestados do elenco atual. Com isso, Ruan e Rodrigues, jovens zagueiros oriundos da base, seguem como opções apenas no banco de reservas.

Publicidade

Pelo Twitter, a torcida não gostou nada da possibilidade de Paulo Miranda iniciar o jogo na vaga dos jovens, e protestos se alastraram pelas redes sociais.

Publicidade

O Grêmio, portanto, deve ir a campo contra o Juventude, no Alfredo Jaconi, com: Brenno; Rafinha, Pedro Geromel, Paulo Miranda (Ruan) e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Darlan), Matheus Henrique, Victor Bobsin, Douglas Costa e Ferreira; Diego Souza. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade