in

Cobiçado pelo Corinthians, Renato Augusto pode deixar o futebol chinês e ficar livre no mercado

Situação de Renato Augusto com o Beijing Guoan está ficando complicada e o meia pode assinar com qualquer outra equipe.

CORINTHIANS TV

O Corinthians ainda não conseguiu realizar novas contratações nesta temporada. A ideia de economizar o máximo possível para evitar novas dívidas está impactando no poder do clube em investir em novos reforços para o elenco, que precisa de melhorias em determinadas posições.

Publicidade

Sylvinho chegou para comandar o Timão sabendo das condições financeiras do clube. O treinador vem fazendo o possível com as peças que tem à disposição, mas dificilmente conseguirá brigar na parte de cima da tabela de classificação. Para melhorar as expectativas, a diretoria começa a trabalhar com a possibilidade de contratações no segundo semestre.

O setor de armação da equipe alvinegra vem enfrentando grandes problemas, já que Luan, responsável pela criação de jogadas, não vem atuando na equipe regularmente. Desta forma, quem poderia ser contratado para melhorar esse setor era Renato Augusto, que está prestes a ficar livre no mercado.

Publicidade

O experiente meia sempre foi cobiçado pelo Corinthians. Foi no clube paulista que ele viveu um de seus melhores momentos da carreira, antes de ser negociado ao futebol chinês. Sua passagem pelo Timão foi de 2013 a 2015, conquistando alguns títulos de importância, junto com o técnico Tite.

Publicidade

Renato Augusto está enfrentando alguns problemas com seu atual clube, que é o Beijing Guoan. Ele está sem receber salários e pode assinar com qualquer outra equipe, pois seu vínculo contratual com o clube chinês é válido somente até o final da temporada e o meia não foi procurado para uma renovação.

Publicidade

Mesmo sonhando com a possibilidade de ter o jogador em seu elenco, o Corinthians dificilmente teria condições para arcar com os salários do meio-campista. Atualmente, os vencimentos mensais de Renato Augusto giram em torno de R$ 2 milhões, muito acima do teto proposto pelo Timão.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.