in

São Paulo fecha o maior patrocínio de toda a sua história e valores impressionam

Patrocínio chega em boa hora, já que o clube passa por uma séria crise financeira

Instagram/JulioCasares

O São Paulo vive uma grave crise financeira agravada pela pandemia que mantém os portões do Morumbi fechados durante os jogos do tricolor. Sem o dinheiro das bilheterias e com o fim do patrocínio máster do banco Inter em março, o presidente Júlio Casares conseguiu alguns patrocínios pontuais, como o da LG na final do paulistão e o da Amazon em alguns jogos da Libertadores. 

Publicidade

No entanto, segundo o jornalista Jorge Nicola, a busca por um novo patrocínio máster chegou ao fim e o clube deve divulgar a nova empresa que estampará o peito da camisa tricolor nas próximas horas. 

Júlio Casares vinha conversando com várias empresas desde o início de seu mandato, sempre procurando valorizar a marca São Paulo frente ao mercado. O banco Inter pagava cerca de R$ 1 milhão por mês aos cofres do clube, o que era considerado baixo pelo novo mandatário, e por isso o acordo não foi renovado. 

Publicidade

Segundo Nicola, o novo acordo é válido por 3 anos e meio e o clube já deve estampar a marca do patrocínio na rodada do final de semana, quando o São Paulo recebe o Bahia no Morumbi.

Publicidade

O valor fixo que a empresa pagará pelo peito da camisa tricolor é de R$ 27 milhões, podendo chegar a R$30 milhões se o clube bater algumas metas que já estão no contrato.

Publicidade

O mistério em torno da marca que patrocinará o São Paulo pelos próximos anos deve ser revelado pelo próprio clube, que deve estar preparando algo para o anúncio em suas redes sociais. O que se sabe até o momento é que não será a Amazon, que já estampa a camisa do clube em alguns jogos da Libertadores. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com